DRAZEN PETROVIC, O 'MOZART' DO BASQUETE
DRAZEN PETROVIC, O 'MOZART' DO BASQUETE
Jul 09, 2020

DRAZEN PETROVIC, O 'MOZART' DO BASQUETE

Victor Santo FOTO: Nathaniel S. Butler/Getty Images

As habilidades únicas de Drazen Petrovic, faziam com que seu jogo fosse conduzido com maestria, e por isso recebeu de seus fãs o apelido de 'Mozart do Basquete'. Ala armador bastante ofensivo e com arremessos de alcance ilimitado, chegou a marcar 112 pontos em um jogo da Liga Croata de 1985.




Por sua experiência em competições internacionais, principalmente pela maneira técnica de jogar em função do basquete europeu, Petrovic tornou-se um jogador minucioso e dominador, assim como Michael Jordan. Ele estrelou nos Jogos Olímpicos de 1988 e 1992 e levou BC Cibona aos campeonatos da Copa da Europa (1987) e da Copa Nacional (1988). Ele também guiou sua equipe da liga espanhola do Real Madrid para o Campeonato da Europa (1989) e liderou a seleção da Iugoslávia à vitória no Campeonato da Europa naquele mesmo ano.



Seu jogo o levou à NBA, onde infelizmente atuou somente por 4 temporadas, já que sua carreira seria interrompida por sua trágica morte aos 28 anos de idade em um acidente de carro na Alemanha. Ele começou sua carreira no Portland Trail Blazers em 1989, antes de ser negociado com o New Jersey Nets em 1991. Em sua temporada final da NBA (1992-93), Petrovic teve uma média de 22,3 pontos por jogo e liderança de equipe em 51,8% de arremessos (entre 2 pontos e lances livres), incluindo 44,9% em arremessos de três pontos.


Petrovic, tinha também uma relação muito próxima à Vlade Divac, mas tiveram a amizade interrompida por questões patrióticas que podem ser melhor compreendidas no documentário 'Once Brothers'. Divac, foi a 26ª escolha na primeira rodada do NBA Draft de 1989, atuou durante 16 temporadas e hoje é Diretor Geral do Sacramento Kings.