Jul 29, 2020 BOZOMA SAINT JOHN EM MAIS UM GRANDE FEITO
Victor Santo FOTO: Acervo Bozoma Saint John, Aaron J. Thornton/Getty Images, Apple

É muito estranho “colecionar” ao longo dos anos os mais variados exemplos que tentam justificar ou minimizar a ausência de pretos em cargos de liderança. E a gente sabe que isso se dá em função de uma deplorável herança histórica que se quer foi reparada ou curada, responsável também por outra doença crônica chamada racismo estrutural.

 

A estranheza que está enraizada no modelo mental que não concebe pretos em posição de destaque, que somente entende como normal quando os veem servindo, vai ter que lidar cada vez mais com o oposto desse cenário, com notícias lindas que vem surgindo frequentemente e que ressignificam esse recorte, como a divulgada recentemente pela Netflix, nomeando a executiva Bozoma Saint John como sua nova Diretora de Marketing. Ela chega em um momento fundamental para se pensar em novas estratégias e soluções para estar à frente de seus concorrentes de streaming como Amazon Prime Video, Disney+ e HBO Max.

 

Nascida nos Estados Unidos, passou sua infância e pre-adolescencia em Gana, país onde seus pais nasceram. De volta à America, Bozoma foi aluna da Liberty High School, época que começava a se encantar pelos aspectos da cultura pop (principalmente os musicais) até começar sua graduação na Wesleyan University, onde se formou em 1999.

 

 

Sua trajetória se inicia como assistente de Spike Lee em sua agência de publicidade, a SpikeDDB. A rotina diária em contato com grandes clientes, celebridades e campanhas trilhavam seu caminho para tudo que hoje se tornou. Nessa agência, teve a possibilidade de acompanhar a produção do primeiro comercial da Pepsi com participação de Beyonce no auge do Destiny’s Child e direção de Spike Lee em 2002.

 

Desde sua infância, Bozoma tem uma relação intensa e genuína com a música. Ela passa a fazer parte desse universo quando recebe um convite da PepsiCo para ser responsável pelo marketing de música e entretenimento da marca. A executiva teve participação em negociações que rendeu grande visibilidade, como o contrato de patrocínio fechado com Beyonce para sua turnê em 2012.

 

 

Ainda focada nos negócios da música, Bozoma é por pouco tempo “Head of Marketing” da Beats, startup de Dr. Dre e do produtor Jimmy Lovine que anos mais tarde se tornaria um dos mais valiosos assets da Apple, adquirida por mais de 2 bilhões de dólares em 2014. Logo, assume outra posição de destaque sendo responsável pelo “Global Consumer Marketing” da Apple e pela venda do serviço de streaming de um dos produtos mais conhecidos da marca, o Apple Music.

 

Em 2018 é “Chief Brand Officer” do Uber e no mesmo ano migra para a Endeavor como “Chief Markerting Officer” até 2020 e o resto é história.

 

Paralelo às suas atividades na Netflix, Bozoma segue divulgando o “THE BADASS WORKSHOP”, plataforma que oferece exemplos e ferramentas necessárias para que se desenvolva o hábito de fazer escolhas conscientes através do auto conhecimento.