20 ANOS DE JAMAL CRAWFORD
20 ANOS DE JAMAL CRAWFORD
Ago 03, 2020

20 ANOS DE JAMAL CRAWFORD

Victor Santo FOTO: Kevin C. Cox/Getty Images, Christine Cotter, Julie Jacobson, Brian Kersey/Associated Press

As vésperas do retorno da NBA para o término da temporada 2019-2020, Jamal Crawford se une ao Brooklyn Nets após um ano longe da liga desde sua passagem pelo Phoenix Suns, onde jogou a temporada 2018-2019.

 

 


Jamal tem uma história de respeito ao longo desses 20 anos na NBA. Começou sua carreira em 2000 como a 8ª escolha pelo Cleveland Cavaliers no draft, mas logo em seguida foi trocado pelo Chicago Bulls pós Jordan de Jerry Krause onde passaria 4 temporadas com uma média de 17,3 pontos por jogo e 73 partidas. Em seguida, continuou com a mesma disposição no New York Knicks entre 2004-08 mesmo no banco com média de 20,6 pontos por jogo.

 




Na temporada 2009-10 jogando pelo Atlanta Haws, continuava com ‘sede’ e era premiado pela primeira vez como ‘Sexto Homem do Ano” com uma média de 18 pontos por jogo. Ele seria o segundo “Sexto Homem do Ano” pelo Los Angelis Clippers na temporada 2013-14 e repetiria o feito na temporada seguinte recebendo o premio de terceiro “Sexto Homem do Ano” com média de 18,6 pontos por jogo.


Esse cara sempre foi “temido” pela sua habilidade com a bola e principalmente pelo seus crossovers. Shammell Stallworth, jogador do São Paulo Basquete e do TIME STREETOPIA, relembrou recentemente as jogadas de Jamal Crawford no “The Ballers Call”, encontro de atletas ao redor do mundo através das lives do Instagram do STREETOPIA:


“Jamal Crawford era o cara, o melhor jogador! Não treinava, magrinho... Não tinha como roubar a bola dele e era cesta com certeza. Você até podia marca-lo mas ele já tinha um movimento surpresa: crossovers, bandejas, era impossível…”


Sua contratação pelo Nets mostra que o guarda quarentão e mais velho da liga ainda tem autonomia para dividir sua experiencia com os mais novos e companheiros de time e a mesma sede por crossovers que sempre teve.