A INSPIRADORA E VENCEDORA NAOMI OSAKA
A INSPIRADORA E VENCEDORA NAOMI OSAKA
Set 25, 2020

A INSPIRADORA E VENCEDORA NAOMI OSAKA

Lucy Horn FOTO: Al Bello, Matthew Stockman

Filha de mãe japonesa e pai haitiano, a promissora Naomi Osaka brinda sua herança ancestral nas quadras de tênis com vitórias e títulos. Em 2019, tornou-se a primeira asiática a chegar ao primeiro lugar do ranking da WTA após conquista do Australian Open contra a tcheca Petra Kvitová.



Indicada para a lista anual da Forbes dos atletas mais bem pagos do mundo, hoje é 3º lugar no ranking da WTA a frente de Serena Williams que ocupa o 9º e recém bicampeã no US Open contra Victoria Azarenka.



Naomi também aproveita sua visibilidade para dar voz e militar contra os mais recentes episódios de injustiça social e brutalidade policial nos Estados Unidos, seja com o uso de máscaras com nomes das vítimas ou abrindo mão por exemplo de jogar a semifinal do torneiro de Cincinnati em agosto de 2020, mesmo dia que ficou marcado pelos protestos contra o racismo no esporte americano, iniciados no dia anterior com um boicote de jogadores da NBA. A decisão fez com que os organizadores do torneio adiassem as partidas das semifinais, em um gesto solidário e coletivo de luta contra a desigualdade racial.



Dentro e fora das quadras, Naomi brilha, seja pelo seu talento nato, seja pela sua inclinação em querer de alguma forma ser parte efetiva da mudança e do despertar para o sonhado equilíbrio social.