OS JOGADORES DE BASQUETE MAIS “COMERCIALIZÁVEIS” DO MUNDO
OS JOGADORES DE BASQUETE MAIS “COMERCIALIZÁVEIS” DO MUNDO
Out 20, 2020

OS JOGADORES DE BASQUETE MAIS “COMERCIALIZÁVEIS” DO MUNDO

Leonardo Risso FOTO: Jonathan Bachman/Getty Images, Daniel Lippitt

Se fizerem uma lista das pessoas que mais influenciam os nossos hábitos e ações do dia a dia, ela estaria repleta de atletas. A voz dessas personalidades é tão expressiva que pode mudar a forma como nos vestimos, falamos ou até trabalhamos, são poucos com tanta relevância no mundo em que vivemos quanto eles. Isso, sem dúvidas, é potencializado com as redes sociais e a globalização das transmissões esportivas, já parou pra pensar se Michael Jordan tivesse esses recursos na década de 90? Sua exposição seria muito maior e a sua influência atingiria ainda mais pessoas. Por isso é tão comum cada vez mais aparecem collabs com redes de fast food, marcas de roupa, entre outras empresas dos mais diversos mercados se relacionando não só com atletas, mas com o esporte no geral.


Hoje, o envolvimento das marcas é muito mais profundo do que só colocar uma foto do jogador na embalagem ou um simples comercial com aquele produto na mão, é sobre ideias! Ideias que influenciam positivamente a vida das pessoas que te acompanham, que passem uma mensagem genuína e, o mais importante, que gere valor para os dois lados.


É nesse contexto de alta exposição com as mídias sociais que os atletas expressam mais opiniões, seus valores e gostos pessoais, o que torna mais complexa a missão das marcas de escolher com quem se associar. São muitas métricas, públicos, expressões analisadas e tudo isso deve considerado.


Em uma pesquisa realizada em parceira pela Nielsen e a SportsPro Media, foram analisados mais de 6000 atletas de 21 esportes diferentes, classificando os 50 mais “marketables” do mundo, ou seja, com maior potencial de comercialização e atratividade para marcas interessadas. O estudo lançado no dia 28 de setembro foi resultado de 1 ano de monitoramento do ecossistema de mídias sociais desses atletas, principalmente, pelo Instagram, considerada a principal plataforma hoje. Foram mais de 30 indicadores combinados entre número de seguidores, engajamento, taxa de interação, quantidade e frequência de postagens, menções, interações, média e performance de branded content, somado a análise de comentários e sentimentos expressados pelas pessoas que interagiram com os conteúdos postados pelos atletas. Todos esses indicadores geraram uma base de dados para formar uma pontuação dividida em 4 dimensões:


ALCANCE (REACH)

Quanto maior o número de pessoas que acompanham um determinado atleta, maior o seu alcance e exposição, isso faz com que ele se torne mais atrativo para marcas que queiram se relacionar com aquela fan base. LeBron James, por exemplo, atingiu 50 pontos nesse quesito com seus mais de 73 milhões de seguidores no Instagram, enquanto Zion Williamson, com apenas 5 milhões, obteve quase metade da pontuação. Para este score, ainda são consideradas variáveis como o momento que o atleta vive.


RELEVÂNCIA (RELEVANCE)

Não é sobre só gerar um conteúdo, é sobre comunicar algo que é extremamente relevante para as pessoas que te acompanham dia após dia. O que é importante observar é o envolvimento e como os fãs se conectam e são influenciados pelo conteúdo postado pelos atletas, o ineditismo das ações e sobre o que dizem especificamente. Quanto mais autêntico e empático, maior a chance de se tornar atrativo para as marcas, e consequentemente maior o engajamento.


RESSONÂNCIA (RESSONANCE)

O famoso buzz! Não necessariamente quando algo se torna viral, mas como isso repercute organicamente e é falado por mais e mais pessoas. Quando o Globo Esporte, no Brasil, começa a falar semanalmente sobre o famoso “Taco Tuesday” de LeBron, isso é ressonância! E isso torna LeBron James um atleta muito mais marketable.


RETORNO (RETURN)

Para mensurar o retorno que um atleta entrega para uma marca, foram analisados conteúdos de branded content, ou seja, postagens diretamente endossadas por algum patrocinador. A pesquisa entendeu a performance média desses conteúdos combinados ao potencial já existente de cada uma das personalidades.


Veja abaixo quem são os atletas de basquete que aparecem na lista, sua classificação geral e qual o resultado em cada uma das categorias: