KAROL DE SOUZA E T.A.T.I.A.N.A. VISITAM O CENTAURO STREETOPIA OPEN 2022
KAROL DE SOUZA E T.A.T.I.A.N.A. VISITAM O CENTAURO STREETOPIA OPEN 2022
Mai 31, 2022

KAROL DE SOUZA E T.A.T.I.A.N.A. VISITAM O CENTAURO STREETOPIA OPEN 2022

Victor Santo FOTO: STREETOPIA FILMS

Alguns pilares culturais, especialmente aqueles que se conectam o aspecto urbano, como moda e arte, nas suas mais variadas expressões, são elementos bastante familiares para quem de alguma forma é apaixonado por basquete.


É notável como a magia e atmosfera das quadras influencia a rua, e claro, no caminho inverso, é muito genuíno como os elementos urbanos acabam sendo vistos das mais variadas formas no mundo do basquete. Se olharmos o comportamento de atletas da NBA e WNBA por exemplo, iremos perceber como esses elementos se manifestam através dos tênis, roupas e acessórios que usam e claro, a música que ouvem.


Allen Iverson foi um dos responsáveis pela mudança do ‘dress-code’ da NBA nos anos 90. Das roupas mais formais às mais largas, muitas vezes usadas pelos rappers favoritos dos jogadores, as tatuagens, as tranças, as correntes, tudo isso mudou a percepção masculina naquele tempo e é muito presente hoje em dia. Mas e a estética e representatividade feminina nesse contexto esportivo, mais precisamente no basquete?


Não que o cenário atual seja o ideal, mas pequenas e boas conquistas já podem ser celebradas. A atuação da WNBA ao lado de suas jogadoras por exemplo, é algo que tem reverberado positivamente em outras ligas ao redor do mundo, principalmente do ponto de vista inclusivo, representativo e de autoestima, sobretudo das mulheres pretas.



O grupo feminino de Hip-Hop ‘Rimas e Melodias’ é uma síntese disso. Resistência, ocupar e acessar espaços, dar voz a outras vozes, atuar e elevar a autoestima feminina, é a prioridade e principal combustível para manter sua arte viva.


Karol de Souza e T.A.T.I.A.N.A., integrantes do grupo, visitaram o CENTAURO STREETOPIA OPEN 2022, na manhã do domingo (29), dia que se concentram as competições femininas do maior torneio de basquete amador do Brasil. 

 

 


Encantadas não somente com a estrutura, mas com a criação de um novo espaço que servirá não exclusivamente para a prática do basquete, mas também para outras iniciativas culturais, elas dividiram um pouco de suas impressões e a importância de um dia esportivo somente para as mulheres:

“Passada a surpresa veio o deslumbre. Não imaginei que a estrutura fosse de tão alto nível e nem que o projeto esportivo fosse tão consistente. Me deixa muito feliz saber que as mulheres têm seu lugar num espaço que mesmo majoritariamente masculino, não é machista! O basquete agradece, e a cultura também..!” - Karol de Souza


“Fiquei surpresa com um espaço desse tamanho e estrutura estar tão bem implantado num lugar onde passo sempre e eu nem imaginava. Os jogos femininos têm o mesmo peso e destaque que os masculinos. Vi juíza apitando jogo masculino e sendo muito bem respeitada. Achei o máximo..!” - T.A.T.I.A.N.A.


Formado por Karol de Souza, T.A.T.I.A.N.A., Alt Niss, Drika Barbosa, STE.F.A.N.I.E, Tássia Reis e pela DJ Mayra Maldjian, o grupo ‘Rimas e Melodias’, considera um possível novo projeto, mas nenhum nome ou data de lançamento foi divulgada. Enquanto isso, as meninas seguem trabalhando em seus projetos solo.


Saiba mais sobre o ‘Rimas e Melodias’ em www.instagram.com/rimasemelodias 

Resultados encontrados

×

PRODUTOS

POSTAGENS