NYC POINT GODS – DOS BAIRROS DE NOVA YORK PARA A NBA
NYC POINT GODS – DOS BAIRROS DE NOVA YORK PARA A NBA
Jun 07, 2022

NYC POINT GODS – DOS BAIRROS DE NOVA YORK PARA A NBA

Chad Anderson - Miami, FL FOTO: Showtime/Twitter

Normalmente assistimos documentários de basquete sobre a vida dos jogadores, carreiras, estilo de vida, histórias de sucesso e tudo relacionado a histórias de atletas conhecidos.

 

Na cidade de Nova York, seja caminhando ou dirigindo, há um cenário que nunca varia muito, que são os playgrounds icônicos espalhados pelos cinco bairros de Nova York, muitas vezes construídos ao lado de uma escola no início dos anos 1980, em sua grande maioria, eles têm uma quadra de basquete. Durante os anos 80 e 90 essas quadras estavam sempre cheias de estudantes e adolescentes jogando basquete. 

 

Como nem todos os jogadores recreativos (e das escolas) são altos o suficiente e não possuem estratégias de quadra precisas para um jogo de liga, grande parte desses jogadores de playground sonhavam em se tornar armadores isso porquê conseguiam se destacar entre seus colegas arremessando e dando assistências com um estilo único de Nova York. Ser um armador de Staten Island, Bronx, Queens, Manhattan e Brooklyn significava ser um armador com habilidades diferentes, com dribles de rua inéditos, por assim dizer.

 

 

Em uma cidade com tanta diversidade de estilos de vida, origens e culturas, é impressionante como a cultura de ser um armador de basquete se espalhou uniformemente pela cidade em todos os bairros e chegou à NBA, normalmente seria o caminho inverso, adolescentes se espelhavam em jogadores profissionais.

 

Os cofundadores da Boardroom e da 35V, Kevin Durant e Rich Kleiman, em uma colaboração com a Showtime Documentary Films, laçam em 19 de julho deste anos o filme NYC POINT GODS, um documentário com a história por trás dos playgrounds icônicos e escolas dos cinco bairros da cidade de Nova York que geraram armadores de basquete que são reconhecidos por armar do jeito Nova Yorkino. O filme é dirigido por Sam Eliad e produzido por Coodie e Chike.

 

 

O documentário destaca as lendas desses playgrounds, que aprenderam a base de tudo o que sabem graças a essa cultura de rua de Nova York de ser um armador diferenciado. Rafer Alston, Kenny Anderson, Mark Jackson, Stephon Marbury, God Shammgod, Kenny Smith, Rod Strickland e Dwayne “Pearl” Washington serão alguns dos destaques deste documentário em que atestam que era de fato a cultura de rua de ser sempre o melhor armador que os tornou quem eles são, e que conseguiram levar esse tipo de jogo para a NBA.

 

Como Kevin Durant disse: “Todo mundo conhece um armador de Nova York quando o vê”, e os Point Gods deste filme foram fundamentais para mudar o jogo para todos. Estamos muito empolgados em honrá-los por meio deste documentário, e sei que os fãs de basquete vão gostar muito.”

 

O que é único neste documentário é exatamente o caminho inverso, até hoje a maioria das comunidades profissionais e amadoras de basquete admiram e acham muito diferente os armadores de Nova York, que são, jogadores de rua. 

 

É também o foco deste documentário como muitas vezes crescer em uma cidade como Nova York é difícil, e isso faz com que um jogador profissional olhe para o aspecto social dos jovens menos favorecidos com uma outra perspectiva. 

Um dos aspectos mais interessantes deste documentário é, sem dúvida, as histórias desses jogadores de rua e como eles moldaram uma década inteira de boom para a NBA.

 

Os nova-iorquinos merecem esse destaque, pois o estilo de vida do basquete na maioria das vezes está enraizado nas culturas urbanas de rua. 

 



Resultados encontrados

×

PRODUTOS

POSTAGENS